cortina de ferro

sonho verossímil
que vamos a berlim
e escolho cuidadosa
o fim que escrevo
pouco a pouco

o lápis range
no papel rouco

à minha frente
o que nos separa
: palavra
feito tijolo
e coração duro :

para você um muro
é só um muro
é só um muro
é só um muro

ébria

1907390_10152294512353576_6344340596088628865_n

sonho e garrafa
café anuncia

olho e cerrado
ou boemia

drogas adictas
futuras

poesia