Des(cons)truindo a Família

Quais são as especificidades da Família em relação a outras instituições sociais? Como as relações familiares se diferenciam das demais em nossa sociedade? Que estruturas simbólicas são responsáveis por delinear seu formato? Que tipos de Família são possíveis e existiram em diferentes sociedades? Que relações de gênero a Família abarca e são abarcadas por ela? Que colonialidades encontramos nesses processos? Que revoluções? Essas são apenas algumas das questões orientadoras do curso que já deixou mais de 150 pessoas com novas e intrigantes inquietações.

Este curso foi dado pela primeira vez em 2020, com o apoio do Instituto Gerar de Psicanálise, em São Paulo/SP. Foram 4 turmas ao longo do ano, sendo duas em parceria com o instituto e outras duas de forma independente, organizadas diretamente por mim como os demais cursos que você encontra aqui no site.

Propósito do curso

A ideia do curso é oferecer subsídio para que as pessoas matriculadas elaborem questionamentos rigorosos sobre a instituição familiar, sua história e implicações sociais e políticas. Para isso, são mobilizados diferentes conceitos, conhecimentos e informações de diversas áreas das ciências sociais e humanidades, em formato ao mesmo tempo acessível a leigos e ainda instigante para não-leigos.

Dinâmica das aulas e pedagogia

Uma vez que as experiências de “família” podem ser muito diversas e que o curso não pressupõe conhecimentos prévios, obras do cinema, da televisão e da literatura são utilizadas como base para a abordagem dos temas. Essas obras se baseiam em um campo de entendimento comum da ‘nossa’ sociedade sobre a família, o que faz com que sejam excelentes ganchos tanto para a discussão teórica/conceitual quanto para que as alunes reinterpretem sua própria experiência pessoal relativa à família e seu próprio sistema de crenças e valores sobre ela.

Cada aula tem pelo menos um filme recomendado, que todes devem assistir antes da data da aula. Por questões burocráticas, práticas e legais, a docente não pode se responsabilizar pela disponibilidade dos filmes, mas em geral a própria turma acaba por compartilhar dicas de como acessá-los. Cabe dizer que a escolha dos filmes leva em consideração sua disponibilidade e formas de acesso possíveis (como legendas, etc).

As aulas são ao vivo, e alternam entre discussões mais focadas nas obras, apresentação expositiva de conteúdo teórico, e discussão/rodadas de perguntas, além de outras formas de interação. As aulas são dadas pelo Zoom e não são gravadas. Um aplicativo de lousa digital simultânea é usado e não requer nenhuma instalação por parte de alunes. As lousas são compartilhadas em PDF ao final de cada aula. Em paralelo, como forma de manter contínua a troca entre a turma, e agilizar a comunicação comigo, é estabelecido um grupo no aplicativo Telegram.

Programa mais recente (pode haver pequenas alterações):

AULA 1 – O que é uma família?
Filme: Festen (Festa em Família) – Thomas Vinterberg
• Ideias comuns sobre Família, relações de parentesco, consanguinidade
• A Família como espaço de violência e obrigatoriedade

AULA 2 – Breve história da Família no Brasil
Filme: Que horas ela volta? – Anna Muylaert
• A família tradicional brasileira: como ela é?
• O mito da família patriarcal e a divisão sexual do trabalho na Família
• Família, Estado, Quilombo, Aldeia

AULA 3 – Família e Feminismo
Filme: A excêntrica família de Antônia – Marleen Gorris
• Mulheres e as relações de gênero nas famílias
• É possível uma família feminista? Como ela seria?
• A fantasia do matriarcado perdido

AULA 4 – Família entre raça, classe e gênero
Filme: A Cor Púrpura – Steven Spielberg
Livro: A Cor Púrpura – Alice Walker
• Intersecionalidade e consubstancialidade
• Família, relações de poder e direito
• Herança, propriedade, produção e trabalho

AULA 5 – Família, Gênero e Parentesco
Filme: Julieta – Pedro Almodóvar
• Sistemas de Parentesco
• O conceito de Gênero
• Reprodução de sujeitos e corpos

AULA 6 – Parentalidade e novos paradigmas
Filme: Um grande garoto – Chris Weitz e Paul Weitz
Filme: Juno – Jason Reitman
• Parentalidade e trabalho de cuidados
• Novas tecnologias na produção de sujeitos e corpos
• Parentalidades LGBTQIA+, adoções, barrigas de aluguel e outros laços

AULA 7 – Mãe e maternidade: entre natureza e cultura
Filme: A Laranja Mecânica – Stanley Kubrick
Livro: A Laranja Mecânica – Anthony Burgess
Filme: O Conto da Aia – Volker Schlöndorff
Livro: O Conto da Aia – Margaret Atwood
• Articulações entre natureza, cultura e seus discursos
• Uma ontologia da Mãe é possível?
• A Mãe como dispositivo de poder e controle
• O mito do amor materno e outros mitos

AULA 8 – Em nome do Pai
Filme: Capitão Fantástico – Matt Ross
Filme: Lavoura Arcaica – Luis Fernando de Carvalho
Livro: Lavoura Arcaica – Raduan Nassar
• Pai, filhos, heranças
• Pai e poder patriarcal


Inscrições:

ABERTAS